0800 723 0022

     
slide 1


Depoimentos

Segurança do Paciente é foco das ações assistenciais do HAB:

Data: 12 de junho de 2015 - Categoria: Destaque, Hospital, Qualidade, Saúde

LOGO-PACIENTE-SITE-QUALITY

Belém… Pa Em 2015 o Hospital Adventista de Belém (HAB) tem a segurança do Paciente como foco das ações e investimentos. Segundo Jackson Freire, diretor administrativo do HAB, “Queremos oferecer aos nossos pacientes mais segurança e qualidade para uma recuperação mais rápida e tranquila e para que, por meio da prevenção as falhas nos processos assistenciais sejam evitadas”, destacou.

Segundo a enfermeira Milce Oliveira, assessora de qualidade do HAB, as ações estão acontecendo em várias etapas. “No primeiro momento, foi feita a avaliação dos indicadores de qualidade assistenciais, e o HAB inaugurou a notificação de eventos como ferramenta de qualidade”, explicou. Os eventos sentinela e não-sentinela, que permitem verificar os riscos imediatos ou em potencial ao paciente estão sendo registrados. A avaliação desses indicadores nos permite rever todos os processos com o intuito de reduzir os riscos assistenciais diretos ao paciente,” completou Dr. Edgar Sobrinho, gerente médico do HAB. Um exemplo disso, são as medidas que foram tomadas para tratar o principal motivo de internação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, que é o protocolo de SEPSE. Além disso, outras medidas, baseadas nas melhores práticas e em evidências, estão sendo tomadas para os pacientes que chegam com infarto ao Pronto Atendimento. Também estão sendo implementados novos protocolos nas infecções relacionadas à assistência, como a pneumonia nosocomial, dentre outras.

Outras ações também fazem parte do planejamento de qualidade do HAB como a identificação padrão do paciente no ambiente hospitalar, o incentivo da prática correta de higienização das mãos, a promoção da segurança na cirurgia, a promoção da segurança na prescrição, uso e administração dos medicamentos. “Nosso objetivo inicial é rever todos os processos de segurança ao paciente, porque nós acreditamos que esse é o nosso foco inicial para excelência no serviço”, declarou Dr. Edgar.

Despois desse primeiro momento, serão revistos todos os fluxos de segurança ao paciente nas mais diversas áreas assistenciais, começando pelo Pronto Atendimento, passando pelas Unidades de Internação, Centro Cirúrgico, UTIs até a alta do paciente. “Depois será feita a integração de todos esses processos assistenciais e será avaliado o perfil epidemiológico deles, identificando onde será possível potencializar as ações preventivas assistenciais”, concluiu Dr. Edgar. [Equipe HAB, Alínic Teles].


Notícias Relacionadas:

Diene Vinagre aprovou o novo espaço e elogia a iniciativa de criar um ambiente lúdico para as crianças.

Hospital reinaugura posto pediátrico com conceito de humanização

O Hospital Adventista de Belém (HAB) revitalizou o posto de enfermagem pediátrico valorizando o conforto e bem-estar das crianças que ficam internadas. O ambiente moderno possui 12 apartamentos-leitos, além...

A campanha divulgou os principais fatores de risco.

HAB realiza ações em prol da campanha Setembro Amarelo

O suicídio é uma das principais causas de mortalidade no Brasil e no mundo. Segundo a Associação Brasileira de Psiquiatria, 9 em cada 10 casos poderiam ser prevenidos. Esse...