0800 723 0022

     
slide 1


Depoimentos

Hospital Adventista celebra 64 anos com certificado inédito na região:

Data: 7 de abril de 2017 - Categoria: Destaque, Hospital

memorial-ja-inclui-o-novo-certificado-por-distincao-em-terapia-intensiva

Memorial da história dos 64 anos já inclui o novo certificado por distinção em Terapia Intensiva.

Nesta sexta, dia 07 de Abril, o Hospital Adventista de Belém (HAB) recebeu um certificado por distinção nos serviços de Terapia Intensiva. O HAB é a segunda instituição do Brasil e a primeira do norte e nordeste do país a receber o certificado. Ele representa o reconhecimento público do Instituto Qualisa de Gestão e da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB). “O prêmio certifica que a instituição mantém padrões de qualidade que são extremamente rigorosos, mostra que a terapia intensiva possui uma equipe multidisciplinar e uma relação médico-paciente baseada no carinho e no cuidado.  Quem ganha mais com esse processo é a comunidade, o município, as famílias, as pessoas no entorno do hospital”, destacou Dr. Rubens Covello, representante do Instituto Qualisa de Gestão.

A avaliação para a certificação considerou 178 itens, e o HAB recebeu o segundo nível, o platina. Segundo o gerente médico da Unidade de Terapia Intensiva do HAB, Dr. Edgar Sobrinho, “o certificado reconhece que temos uma UTI segura, humana e que trata de maneira adequada o paciente e seu familiar”. A entrega do prêmio fez parte da celebração do aniversário de 64 anos do hospital. O evento foi repleto de homenagens aos colaboradores, ex-diretores e autoridades que estiveram presentes. Na ocasião, Leonino Santiago, presidente da União Norte Brasileira, instituição mantenedora do HAB, falou sobre a história de missão da instituição. “As conquistas são apenas um reconhecimento do trabalho feito com dedicação, amor e compromisso de fazer e promover saúde integral, essa é a missão do hospital!”, comentou.

64 anos de Missão – “A razão da nossa alegria é que seguimos motivados para continuar cumprindo a missão de salvar vidas”, declarou Markus Barcellos, diretor médico do Hospital Adventista de Belém. O HAB é referência na região e isso não é de hoje, mais de seis décadas de história coleciona muitas conquistas, foi o pioneiro da região em outros procedimentos, dentre eles, na realização de transplantes cardíacos e renais. Para resgatar essa história foi inaugurado um memorial com fotos, documentos, certificados e objetos que relembram a missão do HAB. “A História do hospital é muito bonita, muito rica e a gente não poderia deixar passar essa história sem ter algo mais consistente. E não vamos parar por aqui, a ideia é transformarmos o memorial em um museu”, explicou Jackson Freire, diretor administrativo do HAB. O maior destaque da história do HAB foi o trabalho médico-missionário realizado inicialmente pelo casal Leo e Jessie Halliwell, missionários norte americanos que navegaram os rios da Amazônia levando saúde e esperança, por meio de estudos bíblicos e atendimentos assistenciais para muitas comunidades ribeirinhas. “A história, o envolvimento com os colaboradores, essa interação com a administração, e a fé que vocês têm faz bem para os colaboradores que convivem com essa fé, faz bem para a gente quando vem visitar, e tenho certeza que faz muito bem para os pacientes também. Isso faz do HAB um hospital especial”, concluiu Dr. Rubens Covello.

Veja abaixo alguns momentos do evento. Clique na foto para ampliar.


Notícias Relacionadas:

img_6052

Dia da mulher é marcado por homenagens

A participação da mulher no mercado de trabalho cresce a cada ano e no Hospital Adventista de Belém (HAB) não é diferente, elas representam 60% dos colaboradores. No dia...

img_5953

Campanha destaca a importância da saúde mental 

O Hospital Adventista de Belém (HAB) realizou um programa especial para divulgar a campanha “Janeiro Branco” com o tema: “Quem cuida da mente, cuida da vida!”. A campanha existe...