HAB inaugura projeto “Luzeiro nas Ilhas” para resgatar história da instituição

By: | Tags: , , , , , | Comments: 0 | janeiro 14th, 2019

Com o resgate da história e da memória de sua fundação, ou seja, cuidar das pessoas, o Hospital Adventista de Belém (HAB) inaugurou no sábado (12) o projeto “Luzeiro nas Ilhas”, que fornecerá atendimento médico gratuito às comunidades ribeirinhas da capital por meio da lancha Luzeiro 29, equipada com consultórios, aparelhos de ultrassonografia e odontológicos, e ainda uma farmácia. A escolha da data marcou também a forma de presentear Belém no dia dos seus 403 anos.

A inauguração ocorreu no Espaço Náutico, no bairro do Guamá, e contou com uma cerimônia para homenagear os principais responsáveis pela ação, como o ex-diretor Walter Streithorst Filho e a sua esposa Maria do Carmo – que trabalhou no hospital por 55 anos – e também com o primeiro dia de atendimentos, na Ilha do Combu, onde cerca de 140 pessoas e 85 famílias, puderam ser consultadas pela equipe do hospital, além de terem recebido remédios e cestas básicas.
O diretor administrativo do HAB, Jackson Freire, lembrou que agora a lancha está melhor adaptada para a realização dos atendimentos. “Fizemos um investimento de R$ 300 mil para a modernização da estrutura física da lancha e para a compra dos equipamentos novos. Vamos prestar o mesmo serviço e com o mesmo padrão de qualidade do Hospital Adventista em terra. Para nós, é um sentimento de dever cumprido, já que como hospital, começamos a atender exatamente desta forma: nas águas, com a Luzeiro 1”, comentou o diretor.
Jackson Freire também falou sobre a vinda ao Pará dos missionários norte-americanos Leo e Jessie Halliwell, para resgatar a lembrança do surgimento do hospital, e dos 65 anos de fundação da instituição, o que foi complementado pelo dr. Walter. “O que mais me emociono com essa história das lanchas é como eles saíram, na década de 1920, dos EUA, com uma posição confortável e vieram parar aqui, com as lanchas. Eles olharam a região e viram que era preciso sair de barco pelos rios e igarapés”, contou dr. Walter.
De saída para a Ilha do Combu, foram cerca de 20 minutos até a chegada ao local de ancoragem nas águas para o início do atendimento. Idosas, mulheres e muitas crianças aguardavam em terra para entrarem no barco. Do lado de dentro, famílias inteiras foram recebidas para o atendimento médico dentro da Luzeiro 29.
Cuidando de cada etapa da inauguração, o diretor médico do HAB, dr. Markus Albuquerque, comemorou a iniciativa. “Eu me envolvo sempre e quero me envolver cada vez mais, essa é a nossa missão, como adventistas e como médicos”, disse.
O início
A lancha Luzeiro 29 já tem um histórico de navegação pelos rios da Amazônia paraense com o objetivo de prestar atendimento de saúde às comunidades ribeirinhas. Antes de integrar o projeto “Luzeiro nas Ilhas”, a embarcação já era utilizada, com outra estrutura em seu interior. De acordo com o pastor Adriano Aureliano, diretor da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra-PA), a ideia de voltar aos rios surgiu com os 80 anos da União Norte Brasileira (UNB).
“Oramos sobre o assunto, com o desafio lançado pelo pastor Leonino Santiago, e Deus começou a abrir as portas e moveu o coração da família Pantoja, que nos ofereceu esse barco que estava parado no município de Cametá. Fizemos a vistoria e as primeiras adaptações para começarmos a navegar. Em um ano e meio, passamos por Belém, Igarapé-Miri, Barcarena e Breves, na ilha do Marajó, onde em duas semanas atendemos cerca de mil pessoas”, comentou o pastor, agradecendo por poder contar mais uma vez com a parceria do HAB.

Leave a Reply