0800 723 0022

     
slide 1


Depoimentos

Férias, Sol e vitamina D3:

Data: 23 de junho de 2015 - Categorias: Destaque, Prevenção, Programa Vida Saudável e Remédios Naturais.

Unknown

As férias de julho chegaram e com elas o nosso verão  paraense. Época em que aproveitamos para viajar, descansar,  estar mais tempo com a família. Aproveite também para fazer um checkup, preparando-se para o segundo semestre. Procure fazer coisas úteis  e saudáveis para voltar com mais saúde  do que quando foi para as férias. Separe um tempo para meditação sobre a vida e planos para o futuro  da família  e – por que não -para uma oração  de gratidão  a Deus pela vida  e a possibilidade  de vida  eterna que Ele nos dá. Vá e volte  com as bênçãos  e proteção  de Deus!  Pra você que vai aproveitar esse período, separamos algumas dicas sobre a luz solar, leia e cuide-se:

Sol e vitamina D3

 1) Você já sabe quanto benefício o sol traz para a sua saúde? A luz solar é o mais poderoso agente de cura da natureza. Fonte de vitamina D3, a luz solar melhora a circulação sanguínea, diminui o colesterol e triglicerídeos, regula a pressão e o nível de açúcar no sangue, fortalece o sistema imunológico, além de ser o mais potente germicida. Há alguns anos vários cientistas  e muitos estudos foram feitos questionando o fato  de não tomarmos sol  e os muitos problemas vindos  da falta  de vitamina d3  no nosso organismo. O recomendado é tomar sol nas primeiras horas da manhã e no final da tarde, saiba mais sobre isso:

1- Sem sol o corpo não fabrica vitamina d3  tão importante para ossos coração, defesa imunológica.

2- O sol tem muito a ver com com a vitamina d3  original, mais eficiente  que  a d3 de reposição através de medicação.

3- Muito necessária  a vitamina d3  para o nosso cérebro onde os neurônios são mais protegidos contra doenças  degenerativas como parkinson e alzheimer!

4- Se você vai à praia ou piscina  e vai tomar  mais  de 10 ou 20 minutos  de sol, use protetor solar, especialmente em peles claras sem proteção natural ao sol.

5 – Pessoas com baixa quantidades  de vitamina d3  e que por acaso tenham um infarto estarão muito mais propensos a morrer devido este infarto do que aqueles que têm níveis satisfatórios de vitamina d3 no corpo.

 Dr. Walter Streithorst – Gastroenterologista – CRM 1206


Outras Dicas:

images-6

Frequência Cardíaca e a sua saúde

Iniciar a tão sonhada rotina de exercícios para sair do sedentarismo é o foco de muitas pessoas todos os dias. No entanto, é preciso ter alguns cuidados para que...

diferenças-entre-sinusite-e-rinite

Rinite e sinusite: como diferenciar?

As mudanças no clima impactam a nossa saúde, nos deixando mais sensíveis a algumas enfermidades. Outros fatores como baixa umidade e maior incidência de poeira também ajudam a abrir...